Blogueira Baiana, apaixonada pelo mundo, louca por viagens e amante da fotografia!

Katakolon / Olímpia - Grécia

Após ter partido de Bari às 18:00hs com a Costa Fascinosa, cheia de expectativas, navegamos tranquilamente durante a noite e atracamos ao Porto de Katakolon por volta do meio dia. Teríamos 5 horas para descer, visitar e reembarcar. 


O QUE VER?
  • Olímpia: Sítio Arqueológico e Museus;
  • Vila de Katakolon: lojas, bares e restaurantes,
  • Praia.
A Costa oferecia excursões a partir de EU 59,00 por adulto. Eu disse A PARTIR... Eu paguei EU 14,00 no ônibus que saía do porto até a entrada do Museu e Sítio Arqueológicos de Olímpia (ida e volta), e EU 6,00 para entrar no local. Logo na saída do porto ainda há locadoras de moto e carros para quem quiser se arriscar pela estrada. Como eu não conhecia o roteiro e não tinha muito tempo preferi não  correr o risco de ficar perdida. Mas percebi em seguida que é muito fácil, dá para seguir a sinalização e chegar sem problemas.

Estejam preparados para o calor. Sítios arqueológicos sabe como são, pedras, areia, pouca sombra e muito chão para caminhar. Sapatos confortáveis fazem toda diferença. Chapéu, roupas frescas e água disponível são fundamentais. Além, claro, de muito protetor solar.


HISTÓRIA:

Olímpia é importantíssima para a história da Grécia, pelo nome vocês já devem imaginar o por quê né? Sim, pelos jogos olímpicos. Eles tiveram origem aqui por volta de 776 a.C e era quando Esparta e Elis faziam um acordo de paz e verdade. Durante os jogos os povos podiam se enfrentar sem armamentos. Ainda hoje a cidade cumpre o seu papel durante o acendimento da tocha a cada 4 anos quando os jogos modernos se realizam.
Cerca de 2 mil anos antes do nascimento de Cristo Olímpia já era habitada, e o seu povo realizava cultos de adoração a Gaia¹.

¹ Gaia era a mãe Terra, com Urano gerou os 12 Titãs: Oceano, Céos, Crio, Hiperião, Jápeto, Téia, Reia, Têmis, Mnemosine, Febe, Tétis e Cronos. Após o nascimento de mais 2 criaturas, Ciclopes e Hecatônquiros, Urano que era capaz de prever o futuro, percebeu o perigo que eles poderiam causar e os aprisionou dentro do útero de Gaia outra vez. A mãe, sem aguentar mais tantas dores, tramou com Cronos, o filho que não gostava muito do jeito do pai, o mal contra Urano.
Cronos conseguiu castrar o seu pai, dividindo assim o céu da terra, e libertou os seus irmãos. Posteriormente percebendo o poder deles resolveu reaprisioná-los.
Quando Cronos se casou com Reia, Urano o disse que um dos seus filhos o destronaria. A partir daí ele começou a devorar todo recém nascido, sem contar com a audácia da sua mãe Gaia, que protegeu um dos nascidos, o qual viria a ser Zeus.


Durante a visitação podemos nos transportar ao passado e imaginar como tudo acontecia. Ver aquelas enormes colunas caídas, apoiadas em outras ainda inteiras, naquele chão batido com milênios de história sobre eles é tão emocionante! 
O lugar é bastante grande e nele há a palestra, a pista de corridas, o templo de Zeus, o stadium e tantos outros pontos importantes para a história da Grécia. A estátua de Zeus que alí estava, com 13 metros e meio, considerada umas das grandes maravilhas do mundo antigo, toda em ouro e marfim, foi destruída durante um incêndio e o templo pereceu durante o terremoto do ano V d.C. Aliás, muito da história Grega, e até mesmo da sua geografia, estão relacionados aos eventos sísmicos e vulcânicos.

Após ter caminhado tanto sob o sol Grego me esbaldei nas raspadinhas (granita) que vendem por aqui, ou melhor, raspadonas. São o dobro do tamanho das que vi pela Italia. E deliciosas igualmente! Caminhei por entre as lojinhas até chegar à praia ao lado do porto, onde me sentei apreciando o movimento do lugar, ao som do grande Gilberto Gil (pois é, na barraca de praia estava tocando forró de Gil) e relaxei!
Passei o resto do tempo que havia entre um mergulho e outro no mar cristalino Ionio até voltar para o navio e seguir atravessando os mares.

5 Responses so far.

  1. Luffi says:

    As suas fotos de Olimpia ficaram 5 estrelas. Tive no sitio arqueológico de Olimpia faz mês e meio também em cruzeiro mas pelo Divina, no inicio pensei que seria um local arqueológico simples sem grande coisa que ver vivendo só da história das próprias olimpíadas. Realmente não são as ruínas mais esplendorosas do mundo mas adorei, nosso guia era muito bom e nos fez reviver toda a história dos jogos e também da Grécia in loco. Você chegou a visitar o museu fora das ruínas? adorei como complemento de toda a visita e hoje digo que Olimpia é um dos locais a não perder. Quanto a Katakolon não visitei nada, fui o último a entrar no navio pois a nossa van se atrasou muito. fica para uma próxima

  2. Obrigada! Infelizmente o Museu fora ficou sem ser visto, faltou tempo.

  3. Anônimo says:

    Oi Baiana, gostei muito das info. s/Katakolon e gostaria de solicitar mais algumas. Partiremos de Veneza no dia 01/06 com destino a Dubrovnik, Corfu, Santorini, Atenas e Katakolon, onde permaneceremos das 8 às 18h. A Royal oferece 3 passeios, sendo um para a praia de Kourouta, a 30 km. do porto, e os demais para o Sitio Arqueológico, museo e uma vinícola. Vc. acha que tb. conseguiremos fazer os passeios por conta? Não entendemos grego e nosso inglês é apenas suficiente para nos aventurarmos. Como vc. conseguiu pegar o ônibus? Foi no porto mesmo? As placas de sinalização são em grego e inglês? E o comércio de Olimpia, vale a pena conhecer? Agradeço por todas as info. que puder nos fornecer. Um abraço, Rosana

  4. Oi Rosana!!!

    As placas estão também em inglês. E alguns taxistas falam francês, espanhol, italiano... Em todos os lugares por onde passamos percebi que dá sim para fazer os passeios por conta própria. A economia é enorme!!!!
    Eu dei prioridade ao Sítio e Museu, a praia foi depois quando sobrou tempo. O comércio na rua perto do porto é vasto. E são tantas lojas, dá pra perder um bom tempo alí.
    Se precisares de mais algumas informação é só falar!

    Bom final de semana!!!

  5. Oi! Brenda,
    gostei do teu blog.... a partir do nome! Adoro a Bahia, onde já morei alguns anos.
    Belos roteiros já fizeste. Boas viagens! Sucesso sempre.
    Aldema ( www.correndomundo.blogspot.com )

Leave a Reply

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...